Capítulo 4: O Sistema Monetário – O que é e como funciona (p. 58-71)

Este capítulo estuda:

– Política Monetária;

– Moeda;

– Sistema Bancário;

– Relações Econômicas;

 

 

> 4-1. O que é moeda?

 

Comumente costuma-se dizer que uma pessoa com grande quantidade de moeda é rica. Mas, para a economia a moeda é um tipo específico de riqueza, porque pode prontamente ser utilizada para transações;

 

> As Funções da Moeda

 

A moeda possui três funções:    

– Reserva de valor;

– Unidade de conta;

– Meio de troca;

 

Reserva de Valor:     Mecanismo de transferência de poder de compra para o futuro. (Imperfeita: Porque os preços variam);

 

Unidade de Conta: Determina a relação de proporção numérica entre os produtos (Padrão de mensuração);

 

Meio de Troca: Objeto de transação (compra e venda) dos produtos. Como ativo, possui liquidez – que é a capacidade que um ativo tem de ser transformado em outros bens num processo de transação.

Assim, a moeda é o ativo de maior liquidez da economia, porque possui poder de troca imediato.

 

> Os tipos de moeda

 

Moeda fiduciária (Predominante hoje): moeda que não possui valor intrínseco, seu valor é instituído por normas/convenções;

 

Moeda Mercadoria (Caiu em desuso): mercadoria com valor intrínseco utilizada para transações;

 

Pode haver uma combinação das duas: Padrão-Ouro;

 

> O desenvolvimento da Moeda Fiduciária

 

Moeda Mercadoria -> Governo -> Lastro -> Credibilidade no governo -> Fim do lastro -> Moeda fiduciária;

 

> Como é controlada a Quantidade de Moeda

 

Oferta monetária:     Quantidade de moeda disponível;

– No caso da moeda-mercadoria, é o total desta;

– No caso da moeda fiduciária, é a oferta realizada pelo governo.

 

Política Monetária:     Instrumento de controle da Oferta Monetária

– Quem realiza é o Banco Central e/ou Governo;

 

O principal instrumento do Bacen para controle de moeda é a operação de mercado aberto (Open Market);

 

Operações de Mercado Aberto: Compra e venda de títulos públicos;

 

 

> 4-2. O Papel dos Bancos no Sistema Monetário

 

A Oferta Monetária apresentada até aqui considerou a simplificação de que o controle da moeda é exercido exclusivamente pelo Banco Central, mas nesse ponto da análise é necessário incluir as funções exercidas pelo Sistema Bancário.

 

Definindo a Oferta Monetária:

 

M = C + D                    (4.1)

 

Notação:    

M = Oferta Monetária;

C = Moeda Corrente (Em poder das famílias);

D = Depósitos à vista (Em poder dos bancos);

 

Em resumo:    M = f(C, D)

Representa o comportamento das famílias e dos bancos;

 

> Reserva Bancária de 100%

 

Bancos (Funções): Recebem depósitos e fazem empréstimos;

Reservas Bancárias: Depósitos recebidos pelos bancos não colocados para empréstimos (A taxa dessa proporção é instituída pelo Banco Central);

 

Se o banco tem de adotar uma reserva de 100% e considerando-se uma oferta monetária de 1.000,00:

 

Balanço Financeiro do Banco

ATIVO

PASSIVO

Reserva

1.000,00

Depósito

1.000,00

 

Os depósitos feitos nos bancos representam uma saída de recursos do sistema monetário, ao passo que os empréstimos realizados por esses bancos configuram-se como entradas;

 

Assim, se os bancos têm de adotar uma taxa de reserva de 100%, tudo o que sai do sistema fica retido pelo banco, e ele pode emprestar exatamente aquela quantidade, de tal maneira que a Oferta de Moeda fica inalterada;

 

> Reserva Bancária Fracionária

 

Ocorre quando a taxa de reserva não é 100%, sendo apenas uma fração dos depósitos na forma de reserva;

 

Se o banco tem de adotar uma taxa de reserva de 50%, e considerando-se uma Oferta Monetária de 1.000,00:

 

Balanço Financeiro do Banco

ATIVO

PASSIVO

Reserva

500,00

Depósito

1.000,00

Empréstimos

500,00

   

 

Enquanto o balanço financeiro do banco permanece inalterado, os empréstimos colocados à disposição pelo banco se somam a oferta monetária inicial, aumentando a Oferta Monetária da economia de 1.000,00 (inicial) para 1.500,00 (inicial + empréstimos);

 

Há de se observar que os recursos gerados para empréstimos podem retornar ao Sistema Bancário sob a forma de novos depósitos:

 

Balanço Financeiro do Banco

ATIVO

PASSIVO

Reserva

500,00

Depósito

1.000,00

Empréstimos

500,00

   

Reserva

250,00

Depósito

500,00

Empréstimos

250,00

   

 

Aumentando ainda mais a Oferta Monetária: De 1.000,00 para 1.500,00, e de 1.500,00 para 1.750,00. E assim sucessivamente. Porém, conquanto o processo se repita indefinidamente, ele não é capaz de criar uma quantidade infinita de moeda, porque essa criação cresce a taxas decrescentes.

 

O limite é dado pela seguinte equação:

 

Mt = (1/rr).Mo            (4.2)

 

Notação:    

Mt =Oferta Monetária Total

Mo = Oferta Monetária Original

rr =Taxa de Reserva Bancária

 

Conclusão: Os bancos têm a capacidade de influenciar diretamente a Oferta Monetária (porque podem “criar moeda”);

 

Observação: Os bancos criam moeda, mas não riqueza, já que os empréstimos têm de ser pagos;

 

> Capital Bancário, Alavancagem e Regulação da Proporção de Capital

 

Até aqui, adotou-se o pressuposto de que os bancos não possuem capitais próprios, mas isso mascara a estratégia utilizada para ganhar dinheiro com o sistema bancário;

 

Capital bancário: Recursos próprios do proprietário do banco, utilizados para iniciar a atividade (Patrimônio Líquido).

 

Balanço Financeiro do Banco

ATIVO

PASSIVO

Reserva

200,00

Depósito

750,00

Empréstimos

500,00

Obrigações

200,00

Títulos

300,00

Capital bancário

50,00

 

Assim, a estratégia utilizada pelos bancos é a alavancagem, a utilização de dinheiro emprestado para suplementar recursos voltados para investimentos;

 

Proporção de Alavancagem:    Ativos (Total) / Capital Bancário

 

No exemplo:    1.000 / 50 = 20,00: Para cada 1,00 dos proprietários, há 20,00 de patrimônio.

 

 

> 4-3. Como o Banco Central influencia a Oferta Monetária

 

Esta seção apresenta como o Banco Central influencia o Sistema Bancário e a Oferta Monetária;

 

> Um modelo de Oferta Monetária

 

Notação:    

B = Base monetária;

C = Moeda em poder do público;

R = Moeda de reserva em poder dos bancos;

rr = Proporção entre reservas e depósitos (R/D);

Políticas Comerciais e Regulação;

cr = Proporção entre moeda corrente em poder do público e seus depósitos à vista (C/D);

Reflete a preferência das famílias

 

Relembrando a equação (4.1) da Oferta Monetária:

 

M = C + D

 

Sendo a Base Monetária a soma da moeda corrente em poder do público e a moeda em reserva pelo Sistema Bancário:

 

B = C + R                    (4.3)

 

Para encontrar a Oferta Monetária em função de B, rr e cr (variáveis exógenas), divide-se (4.1) por B:

 

M/B = (C+D)/B             (4.4)

 

Substituindo (4.3) no lado direito de (4.4):

 

M/B = (C + D)/(C + R)            (4.5)

 

Dividindo o lado direito de (4.5) por D:

 

 

M/B = [(C + D)/D] / [(C + R)/D]    

 

Simplificando:    

 

[(C + D)/D] / [(C + R)/D]    = [(C + D) +1] / [(C/D) + R/D)]     (4.6)

 

Pelas definições apresentadas anteriormente, sabe-se que:

 

C/D = cr    e    R/D = rr, de modo que:

 

M/B = (cr + 1)/(cr + rr)            (4.7)

 

Ou, igualmente:

 

M = [(cr + 1)/(cr + rr)].B            (4.8)

 

De modo que (4.8) ilustra como M (oferta monetária) depende das três variáveis exógenas.

 

Substituindo (cr + 1)/(cr + rr) por m:

 

M = m . B        (m>0)            (4.9)

 

Notação:    

m = multiplicador monetário.

 

Conclusão:    M = f(B+)

 

Ou, de modo mais preciso:

 

M = f(B+, rr, cr)    Porque     cr = C/D

cr = f(C+) → ↑C → ↑B

cr = f(D) → ↑D → ↓C → ↓B

 

> Os instrumentos da Política Monetária

 

Quando se afirma que o Banco Central controla a quantidade de moeda na economia geralmente se assume o pressuposto de que ele o faz diretamente. Mas, na verdade, ele também o faz de maneira indireta controlando B e m.

 

Sobre a Base Monetária:    

– Operações de Open Market;

– Taxa de redesconto (juros do BC);

 

Sobre o Multiplicador Monetário:    

– Regulação da proporção de reservas (Limite à alavancagem);

– Elo entre a Base Monetária e a Oferta Monetária;

 

__________
Lucas Casonato”

  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: